Univinco: Depósito de Meias Ansarah pronto para receber a clientela

Antigo Palacete do Circolo Italiano no local onde foi construído o Edifício Itália

“Em meados dos anos 1930, São Paulo tornou-se a maior cidade brasileira, com uma população superior a 1 milhão de habitantes. Em suas esquinas cruzavam-se diferentes personagens que conviviam naquele mesmo espaço: barões do café, industriais, imigrantes de várias nacionalidades, operários, artesãos, comerciantes”.

Exatamente nessa época, por volta de 1932, em plena região central da cidade de São Paulo, mais propriamente na Rua Vinte e Cinco de Março, considerada o maior centro de compras da América Latina, foi fundado por imigrantes libaneses o Depósito de Meias Ansarah, loja atualmente comandada pela terceira geração da família, tendo à frente, Eduardo Ansarah e a irmã Alessandra, que continuam a comercializar o principal item e carro-chefe desde a fundação, as meias de todos os tipos e variedades, mas que também incluíram novos artigos como moda íntima e vestuário, destacando-se, dentre eles, cuecas, lingeries, homewear, fitness e malhas para todas as idades e gêneros.

“Nossa história, começou com meu tio-avô, que era balconista de uma loja de tecidos e percebendo que havia um nicho a ser explorado com a comercialização de meias. Desta forma, alugou uma pequena sala e em seu horário vago, onde trazia a clientela para quem vendia tecido e complementava levando meias também”, adianta-nos Eduardo.

Jorge Ansarah (avô), fundador e Edgard Ansarah (pai), ambos já falecidos

E foi assim que o comércio de meias prosperou e mudou a história de três gerações dessa família libanesa, e que – hoje, ocupando um prédio na Vinte e Cinco de Março – utiliza como estratégias comerciais, vender mais barato para atrair mais clientes, comprar em quantidade de seus fornecedores para manter o preço razoável, além atualizar e diversificar os produtos, mantendo ainda constante diálogo entre os consumidores e os departamentos de compras e vendas, visando corrigir possíveis falhas.

Depósito de Meias Ansarah

“Para nós, afirma Eduardo, é de suma importância ouvir a clientela diariamente, conhecer cada dia mais o nosso mercado, com muita persistência e perseverança, e principalmente, saber lapidar todas as arestas de problemas que possam aparecer”, conclui.

Depósito de Meias Ansarah

Protocolos de saúde na Ansarah

“Nessa flexibilização que está ocorrendo com a abertura lenta e gradual do comércio, adianta-nos Eduardo Ansarah, o Depósito de Meias Ansarah, conforme o termo firmado com a Prefeitura de São Paulo tem seguido os protocolos da fase 2, abrindo a loja no período das 11 às 15 horas, seguindo rigorosamente e seguindo as medidas sanitárias e higienistas, além do distanciamento e aferição e controle da temperatura corporal”, conclui.

Depósito de Meias Ansarah

Participante ativa junto a outros empresas na UNIVINCO/União dos Lojistas da Vinte e Cinco de Março, é importante frisar ainda, informa Ansarah, que todas as pessoas que adentram a loja são alertadas e conscientizadas, através da comunicação interna de sinalização. Também são realizadas reuniões diárias de conscientização e avisos constantes para os consumidores pelas mídias sociais.

Depósito de Meias Ansarah

Rua 25 de Março, 537

Sé – Centro de São Paulo

Fone: 3325.2520

Maurício Coutinho / jornalista / produtor cultural